II Encontro Nacional da Pastoral do Empreendedor

Missa de abertura do II Encontro Nacional

 

Aconteceu nos dias 02 e 03 de novembro de 2018 o II Encontro Nacional da Pastoral do Empreendedor na cidade de São Paulo-SP. Realizado no Centro de Formação Sagrada Família e conduzido pela coordenação nacional, o Encontro teve como principal desafio discernir formas de expansão e os meios de implantação de novas pastorais.

 

Pastorais Presentes

O Evento contou com a participação de coordenadores da PE de todo o país com representantes de Curitiba-PR, Maringá-PR, São Paulo-SP, São José do Rio Preto-SP, Jundiaí-SP, Presidente Prudente-SP, Mogi Guaçu-SP, Santo André-SP, Cuiabá-MT, Goiânia-GO, Vitória-ES, São João dos Patos-MA, Brasília-DF, Ariquemes-RO e Salvador-BA.

A Pastoral do Empreendedor do Santuário São Judas Tadeu esteve representada por dois de seus coordenadores: Patricia Maria e William Castro.

Patricia e William com o Frei Rogério (ao centro)

Mensagem de Dom Murilo para o Encontro

O II Encontro teve início no dia 02 às 18h com a missa de abertura sendo celebrada pelo Frei Rogério Soares, fundador da Pastoral e atual diretor espiritual. As atividades seguiram com a acolhida de todos os presentes por Ricardo Vencato, coordenador da Pastoral, que apresentou o vídeo enviado pelo Bispo referencial da Pastoral do Empreendedor, Dom Murilo Krieger, que nos lembrou, neste ano do laicato, a importância de todos sermos pastores do rebanho de Cristo e que devemos nos perguntar “o que podemos fazer por aquelas pessoas que não conseguem se ajudar sozinhas?” Logo após foi feita a recapitulação da ATA do I Encontro Nacional, ocorrido em 2017.

Confira o vídeo de Dom Murilo na íntegra:

Missão da Pastoral do Empreendedor

O segundo dia de Encontro foi mediado pelo Padre Joãozinho, scj. assessor espiritual da pastoral e iniciou-se com a rica partilha das experiências das pastorais do empreendedor locais que enfatizou a missão da Pastoral do Empreendedor que é cuidar pastoralmente da pessoa do empreendedor, do ser humano que é o primeiro a chegar na empresa e o último a sair, evangelizar também sua família, e consequentemente seus clientes e fornecedores, ressignificando o humano dentro das empresas. Também foi ressaltado que cuidar pastoralmente é envolver-se com a dificuldade do empreendedor que nos procura, sendo a presença de Jesus em sua vida.

 

Formação importante

Itens importantes do capítulo VII da Doutrina Social da Igreja foi apresentado e explicado pelo Frei Rogério que também abordou o tema da 4ª Revolução Industrial ressaltando que “o ser humano precisa se reconectar a si mesmo, não sendo possível para o homem viver na mesma velocidade das máquinas”. Após delicioso almoço foi apresentado o novo modelo do site da Pastoral do Empreendedor Nacional que estará no ar nos próximos dias.

O Encontro seguiu com a fala do vice-coordenador Daniel Godri Jr. que explanou sobre como implantar, divulgar e ampliar as ações das pastorais locais enfatizando que devemos cuidar do modo como o valor da Pastoral é percebido sendo “preciso cuidar da embalagem (as ações desenvolvidas pela pastoral do empreendedor) para que as pessoas possam chegar à sua essência (que é a espiritualidade)”. No plenário final todos os presentes puderam indicar sugestões para o crescimento, aperfeiçoamento e a expansão da Pastoral do Empreendedor em todo o Brasil.

O II Encontro Nacional encerrou-se às 18h com a belíssima Missa celebrada pelo Padre Joãozinho, scj. e com o sentimento de que todos os presentes voltam para a sua cidade com muita energia para fazer a pastoral do empreendedor crescer e chegar a mais pessoas, cumprindo com seu propósito de ser a presença de Jesus no meio dos empreendedores.